Produtos encontrados: 8 Resultado da Pesquisa por: em 50 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 8 Resultado da Pesquisa por: em 50 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

M.O.B.

Enólogos: Jorge Moreira (Enólogo do Ano 2009 - Revista de Vinhos e 2016 - Revista Wine), Francisco Olazabal (Enólogo do Ano 2010 - Revista de Vinhos) e Jorge Serôdio Borges (Enólogo do Ano 2011 - Revista Wine e 2017 - Revista de Vinhos).

A M.O.B. é uma vinícola portuguesa liderada por Jorge Moreira, Francisco Olazabal e Jorge Serôdio Borges, três amigos e enólogos de grande prestígio baseados no Douro e que, juntos, decidiram iniciar um projeto que fosse capaz de resgatar o estilo clássico e tradicional da região do Dão, no centro de Portugal. O renomado trio juntou forças em 2011, mas a amizade já vinha de décadas atrás, quando os três foram colegas nos tempos de universidade.

Para a produção dos vinhos, foi escolhida a Quinta do Corujão, uma propriedade com 15 hectares de vinhas de grande qualidade. A escolha foi estratégica, já que a Quinta fica a 500 metros de altitude na parte mais a Leste do Dão, próxima a Seia no sopé da Serra da Estrela, o ponto mais alto de Portugal continental. O terroir da região confere aos vinhos ali produzidos uma enorme qualidade e características muito distintas do restante de Portugal, já que a permeabilidade pobre do solo granítico força as vinhas a terem raízes mais profundas, para serem capazes de captar água e nutrientes. Além disso, as frias noites da região fazem com que as vinhas parem de exalar acidez no período noturno. Essa acidez confere grande frescor, elegância e longevidade aos vinhos.

Fora do projeto M.O.B., o trio atua em outras famosas vinícolas. Moreira é responsável pelas enologias da Quinta do Poeira e da Quinta de La Rosa, Olazabal é enólogo da Quinta do Vale Meão e Serôdio é responsável pela vinícola Wine & Soul, junto de sua esposa, Sandra Tavares.

Além de serem enólogos, os amigos compartilham de outro ponto em comum. Os três já foram eleitos enólogos do ano em Portugal. Jorge Moreira venceu o prêmio em duas oportunidades, em 2009 pela Revista de Vinhos de Portugal e em 2016 pela Revista Wine. Olazabal foi agraciado com o prêmio em 2010, também pela Revista de Vinhos de Portugal. E Serôdio, por sua vez, recebeu a distinção em 2011 pela Revista Wine e em 2017 pela Revista de Vinhos de Portugal.